Um projeto com… cores!


Trabalhar com arquitetura comercial exige conhecimentos que transcendem o que aprendemos na faculdade, pois associa conceitos de marketing, visual merchandising e design à arquitetura propriamente dita.
Um dos maiores desafios na minha atividade é o uso das cores, em especial nos projetos de arquitetura de interiores voltados ao varejo. 

Recentemente aceitei o desafio de fazer uma consultoria para uma loja de vestuário feminino, onde os fatores tempo e custo eram preponderantes. Razão pela qual optamos pela consultoria em vez de um projeto completo. Ainda assim, mudamos todos os materiais, propusemos um novo mobiliário e um projeto luminotécnico atualizado, apesar de a loja ter sido entregue aos clientes pronta pela proprietária anterior. Esse tipo de serviço é muito comum na arquitetura de varejo. “Pontos comerciais” são vendidos e o novo proprietário precisa mudar a cara da loja sem necessariamente promover reformas significativas.

Abaixo, imagens de como era a loja originalmente:

Minha solução foi transformar a cara da loja através das cores. Obviamente, por causa do daltonismo, meu universo cromático é, de certa forma, limitado. Entretanto, com o pleno conhecimento do conceitoimaginado pelos clientes , dos efeitos que as cores provocam e de uma boa cola nos meus aplicativos que “traduzem” as cores para mim, busquei uma solução que fosse ao mesmo tempo ousada e certeira, dentro do que eu propunha conceitualmente para a loja. 


Os clientes me deram liberdade total para sugerir o que me viesse à cabeça. Gosto muito de trabalhar com apenas duas cores, sendo uma mas “viva”, de modo a promover um choque visual e chamar a atenção do cliente para a vitrine. Claro, quando o conceito da loja assim permitir. Neste caso, a loja levaria o nome da proprietária (sugestão minha, até). A personificação da cliente no espaço arquitetônico era uma premissa básica. Bela, sofisticada e irreverente ao mesmo tempo. Optei por associar elementos tradicionais, como a mesa de centro, à cor amarela como figura de destaque. Mantive uma certa sobriedade com o cinza da parede e do preto no teto ao bordô do papel de parede na parede oposta. 

O resultado: uma obra rápida, cujo projeto foi resolvido com alguns croquis, várias reuniões e um desenho conceitual no sketch up. Clientes e arquiteto satisfeitos!!

Anúncios

Um comentário sobre “Um projeto com… cores!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s