Brasília, patrimônio dos quiosques


URBANISTAS POR BRASÍLIA

Grupo de moradores do Plano Piloto levou seis meses para fazer um levantamento detalhado das ilegalidades cometidas por quiosques, trailers e reboques instalados em áreas públicas. Muitos invadem calçadas e vagas de estacionamento

» HELENA MADER
Publicação: 16/08/2015 04:00
Setor bancário sul (Ed Alves/CB/D.A Press)
Setor bancário sul
Candangolândia (Ed Alves/CB/D.A Press)
Candangolândia
516 sul (Ed Alves/CB/D.A Press)
516 sul
Setor de indústrias gráficas (sig) (Ed Alves/CB/D.A Press)
Setor de indústrias gráficas (sig)

Com máquina fotográfica pendurada no pescoço, bloquinho em mãos e a ajuda de um GPS, um grupo de moradores do Plano Piloto executou uma complicada missão para comprovar os abusos que desvirtuam a capital federal. Esses abnegados defensores de Brasília percorreram a pé toda a área tombada para mapear quiosques, trailers, reboques e tendas instalados em áreas públicas. No total, gastaram 750h de trabalho. O levantamento inédito, ao qual o Correio teve acesso, será apresentado amanhã, quando se comemora o Dia do Patrimônio Histórico. Os responsáveis pelo estudo identificaram 1.041 estruturas em regiões como as asas Sul e Norte, Cruzeiro…

Ver o post original 979 mais palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s