Emenda pior do que o soneto.


Prefeitura de Salvador divulga imagens do novo shopping sobre a Estação da Lapa, de Lelé

do site http://www.archdaily.com.br.

Por Romullo Baratto

Cortesia de Divulgação/Prefeitura de Salvador

Cortesia de Divulgação/Prefeitura de Salvador

A Prefeitura de Salvador divulgou no último dia 13 imagens de seu plano de construir umshopping center sobre a Estação da Lapa, projeto de 1983 do arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé.  A estação reúne importantes linhas de ônibus da capital baiana e, por sua localização no centro histórico da cidade, conecta os Barris à Piedade.

O grande fluxo de pedestres originado pela estação – que agora é também o ponto final da linha de metrô inaugurada há poucos meses – levou à construção, ainda nos anos 1980, do primeiro shopping center nas proximidades, que se beneficiou do contingente de pessoas que por ali passam diariamente.  Anos mais tarde, um segundo equipamento do tipo foi construído, concentrando ainda mais os comércios e serviços e esvaziando as ruas do centro de Salvador.

A Rua Chile, com a maioria de suas portas fechadas, é um dos maiores exemplos dos efeitos nocivos à vitalidade urbana que esses equipamentos centralizadores podem causar à vida de rua em uma cidade. Com o fluxo de pessoas direcionado aos shoppings, os espaços verdadeiramente públicos são esvaziados, ocasionando problemas já conhecidos como insegurança e degradação.

Em um artigo publicado por Márcio C. Campos no portal Vitruvius um dia após a divulgação das imagens da prefeitura, o autor ressalta que a “completa inadequação da escala entre a proposta [do novo shopping center sobre a estação] e o sítio só faz ampliar uma série de problemas relacionados à ocupação ali já extremamente densa e desordenada.”

Campos aponta ainda um estratagema nocivo maquinado com a proposta: “a proposta de um shopping sobre a Estação da Lapa revela a tentativa de cooptar para a concentração em tal empreendimento do potencial de público agregado desde que o metrô, inaugurado há poucos meses, tem ali a sua estação final. Então se trata de concentrar em um empreendimento de caráter privado as vantagens advindas da instalação da rede de transporte.”

Cortesia de Divulgação/Prefeitura de Salvador

Iniciativas contrárias à proposta já estão em marcha, como por exemplo, a petição “NÃO ao Shopping na Estação da Lapa”, iniciada por Adrielly Oliveira Carneiro na páginachange.org e endereçada ao Prefeito de Salvador, ACM Neto, ao Secretário de Urbanismo, Silvio Pinheiro, e ao Secretário de Mobilidade da cidade, Fábio Mota.

Na petição, Adrielly atenta para a necessidade de restauro na obra de Lelé, mas ressalta que estas deveriam ser resultado de um concurso público de projetos, e que em hipótese alguma a proposta do shopping sobre atual estrutura contribui com o estado e permanência do projeto de 1983.

Romullo Baratto. “Prefeitura de Salvador divulga imagens do novo shopping sobre a Estação da Lapa, de Lelé” 19 Jan 2015. ArchDaily Brasil. Acessado 19 Jan 2015. <http://www.archdaily.com.br/br/760665/prefeitura-de-salvador-divulga-planos-de-construir-um-shopping-sobre-a-estacao-da-lapa-de-lele&gt;

Nota do blog:

Não entro no mérito do incremento de um novo uso ao terminal de passageiros. Não sou, por formação e experiência, um detrator dos shopping centers. Entretanto, há que ser ter prudência sempre que forem propostas intervenções em obras públicas existentes, principalmente naquelas de notória relevância para a história da arquitetura brasileira, como é o caso da Estação da Lapa, obra do mestre João Filgueiras Lima. A inclusão de equipamentos comerciais em terminais de passageiros não é novidade nem aqui, nem lá fora (vide a Rodoviária de Goiânia, de Paulo Mendes da Rocha, e alguns shopping centers integrados a estações de metrô em São Paulo). Pelas poucas imagens, me parece que este “mondrongo” simplesmente desconsidera a estrutura original, num descaso preocupante também com a escala do lugar e as interferências visuais, de acesso e de fluxo com o entorno. Prudência e respeito aos mais velhos não fazem mal a ninguém.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s