Ricardo Legorreta


Até para um daltônico é impossível não se emocionar com a obra de Legorreta. A simplicidade com que ele trabalhava as cores, a profunda relação com suas origens e a pureza plástica dos volumes tornam difícil comparar seu trabalho com qualquer outro. Talvez apenas com seu mestre Barragán. Grande perda para a arquitetura mexicana e mundial.

Um poeta das cores.


Arquiteto falece aos oitenta anos de idade

Retirado de http://www.vitruvius.com.br

Mestre da arquitetura mexicana deixa obra de mais de cem projetos construídos

O arquiteto mexicano Ricardo Legorreta Vilchis (Cidade do México, 7 de maio de 1931) morreu no dia 30 de dezembro de 2011 aos oitenta anos de idade, conforme informou o Conselho Nacional para a Cultura e as Artes – Conaculta.

Legorreta, um dos criadores mais representativos da atual arquitetura mexicana, se formou em 1953 na Escola Nacional de Arquitetura da Universidad Nacional Autónoma de México – UNAM. Destacou-se como chefe do ateliê de José Villagrán García, de quem se tornou sócio entre 1955 e 1960. Em 1960, fundou o escritório Legorreta Arquitectos com Noé Castro e Carlos Vargas. Projetou até o final da vida no escritório Legorreta+Legorreta, com a colaboração de Noé Castro, Víctor Legorreta, Miguel Almaraz y Adriana Ciklik.

Sua arquitetura se caracteriza por muros coloridos, gelosias e pátios, onde se combina o novo e o tradicional, implantando-a harmonicamente em seu contexto. Entre suas obras figuram a fábrica Automex Chrysler (Toluca, 1964), a fábrica IBM (Guadalajara, Jalisco, 1975), a fábrica Renault (Durango, 1984), o Museu de Arte Moderna – MARCO (Monterrey, 1988), a catedral de Manágua (1993) e a renovação da Praça Pershing (Los Angeles, Califórnia, 1993).

O Hotel Camino Real de Polcanco, no Distrito federal, é um de seus trabalhos emblemáticos. O projeto lhe foi encomendado em 1968 e tornou-se uma das obras mais importantes no âmbito do turismo na Cidade do México de então. Mediante espaços agradáveis e cálidos, Legorreta propôs um desenho que expressa a cultura mexicana moderna.

O arquiteto desenvolveu uma frutífera obra ao estabelecer um escritório nos Estados Unidos. Ali concebeu o Children’s Discovery Museum (San José, Califórnia, 1989), a urbanização e vários edifícios (Solana, Texas, 1985-1988, em colaboração com Romaldo Giurgola), além de diversas habitações unifamiliares.

Parte de seu trabalho se relacionou com edificações escolares, destacando-se as bibliotecas de Monterrey e da Cidade das Artes (México, 1994), e San Antonio Texas e Chula Vista (Califórnia, Estados Unidos, 1995).

Ao longo de sua trajetória recebeu diversos reconhecimentos e distinções, dentre eles o Doutorado Honoris Causa da UNAM e o Prêmio Imperial das Artes pelas mãos do Imperador do Japão em 2011, o Prêmio Nacional de Arquitetura (México, 2009), o Prêmio Beethoven de Criatividade Arquitetônica nas Américas, a Medalha Anáhuac em Arquitetura da Universidade Anáhuac e o Prêmio Internacional da Sociedade de Arquitetos Americanos Registrados SANA (todos em 2007), a Medalha de Ouro da Federação Panamericana de Associações de Arquitetos em 2005, a Medalha de Ouro da UIA – União Internacional de Arquitetos e a Medalha de Ouro do AIA – Instituto Americano de Arquitetos em 1999.

Recentemente participou no projeto de manutenção e conservação para o Centro Nacional das Artes (Cenart) da Conaculta, no qual era responsável pela coordenação dos novos trabalhos de preservação e conservação deste espaço de formação artística. A Praça Central, situada na frente da Biblioteca das Artes, receberá o nome do arquiteto Ricardo Legorreta.

Um comentário em “Ricardo Legorreta

Deixe uma resposta para Mara Nunes Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s