Um projeto com… cores!

Trabalhar com arquitetura comercial exige conhecimentos que transcendem o que aprendemos na faculdade, pois associa conceitos de marketing, visual merchandising e design à arquitetura propriamente dita.
Um dos maiores desafios na minha atividade é o uso das cores, em especial nos projetos de arquitetura de interiores voltados ao varejo. 

Recentemente aceitei o desafio de fazer uma consultoria para uma loja de vestuário feminino, onde os fatores tempo e custo eram preponderantes. Razão pela qual optamos pela consultoria em vez de um projeto completo. Ainda assim, mudamos todos os materiais, propusemos um novo mobiliário e um projeto luminotécnico atualizado, apesar de a loja ter sido entregue aos clientes pronta pela proprietária anterior. Esse tipo de serviço é muito comum na arquitetura de varejo. “Pontos comerciais” são vendidos e o novo proprietário precisa mudar a cara da loja sem necessariamente promover reformas significativas.

Abaixo, imagens de como era a loja originalmente:

Minha solução foi transformar a cara da loja através das cores. Obviamente, por causa do daltonismo, meu universo cromático é, de certa forma, limitado. Entretanto, com o pleno conhecimento do conceitoimaginado pelos clientes , dos efeitos que as cores provocam e de uma boa cola nos meus aplicativos que “traduzem” as cores para mim, busquei uma solução que fosse ao mesmo tempo ousada e certeira, dentro do que eu propunha conceitualmente para a loja. 


Os clientes me deram liberdade total para sugerir o que me viesse à cabeça. Gosto muito de trabalhar com apenas duas cores, sendo uma mas “viva”, de modo a promover um choque visual e chamar a atenção do cliente para a vitrine. Claro, quando o conceito da loja assim permitir. Neste caso, a loja levaria o nome da proprietária (sugestão minha, até). A personificação da cliente no espaço arquitetônico era uma premissa básica. Bela, sofisticada e irreverente ao mesmo tempo. Optei por associar elementos tradicionais, como a mesa de centro, à cor amarela como figura de destaque. Mantive uma certa sobriedade com o cinza da parede e do preto no teto ao bordô do papel de parede na parede oposta. 

O resultado: uma obra rápida, cujo projeto foi resolvido com alguns croquis, várias reuniões e um desenho conceitual no sketch up. Clientes e arquiteto satisfeitos!!

Palestra “Gestão de Escritórios de Arquitetura e Design de Interiores” em Belém-PA

Atenção, Belém!

O IPOG convida todos os profissionais e estudantes de arquitetura e urbanismo e design de interiores de Belém-PA para minha palestra “Gestão de Escritórios de Arquitetura e Design de Interiores” no dia 18 de maio. Vamos conversar sobre os aspectos gerenciais, il_fullxfull.260638468técnicos, administrativos e financeiros dos escritórios de projeto de forma prática e descontraída. Espero vocês!!

DATA: Quarta-feira, 18 de maio de 2016, às 19 horas.

LOCAL: Auditório do CREA/PA.

 

 

 

Tempo é dinheiro

main

 

Como procrastinador nato, digníssimo representante dos arquitetos com TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade), sempre tive na gestão do tempo meu maior calcanhar de Aquiles. Perdi muitos clientes, deixei de ir a muitas reuniões. Tive minha imagem profissional prejudicada por não saber organizar minimamente tudo que eu tinha para fazer no dia, além da dificuldade natural em estimar corretamente o tempo de duração de tarefas e compromissos.

Não há como ser criativo, produtivo, oferecer serviços de qualidade e ainda viver como uma pessoa normal sem uma ferramenta adequada de gestão do tempo. Depois de ler muito sobre o tema, geralmente publicações estrangeiras, comecei a me dedicar de fato à organização do meu tempo ao comprar o livro “A Tríade do Tempo”, de Christian Barbosa (Editora Sextante).images

Há uns cinco anos eu participei de um treinamento conduzido por ele e acabei me tornando usuário do sistema Neotriad (https://neotriad.com/), uma plataforma online sensacional. Infelizmente o app para IOS deixou de ser utilizado, o que nos dias de hoje se torna uma ferramenta fantástica.

Muita coisa mudou, mas a vigilância deve ser diária. Hábitos de uma vida tiveram que ser desconstruídos. Outros foram criados. O importante é ter em mente que não há hora para começar. Se você é estudante ou profissional experiente, você precisa HOJE criar uma maneira de gerir melhor seu tempo, não só profissional, mas pessoal também.Muita gente boa está no mercado trabalhando a sério a gestão do tempo. Uma delas é Tathiane Deândhela, autora do recém lançado “Faça o Tempo Trabalhar para Você e Tenha Excelentes Resultados” (Editora Sermais).

Faca o tempo trabalhar

De modo geral, sabemos exatamente o que fazer, a questão é como fazer. Uma agenda física é um bom começo. Por outro lado, há uma infinidade de recursos digitais e online que facilitam muito nossa vida. Depois que o Neotriad parou de atualizar seu app para iPhone eu passei a adaptar o método para a agenda do Google mesmo. Uma ferramenta simples e que permite sincronização instantânea com seus gadgets, além de permitir o compartilhamento de compromissos com outras pessoas. Para nós, arquitetos é sensacional. O próprio “Lembretes” do iPhone permite a personalização de diversas listas de tarefas. Tenho feito assim: criei listas de tarefas divididas em “urgentes”, “importantes” e “circunstanciais” (mais informações, leia o livro do Christian) para inserir tarefas na hora que elas surgem. Assim que possível, lanço no Google Calendar, de acordo com as diversas agendas personalizadas que já fiz. O Neotriad permite fazer tudo isso, mas é preciso estar com um computador ligado. Não me dei bem acessando o site pelo iPad, por exemplo.

Se você acorda sem saber exatamente o que tem a fazer no dia, ou se sente incapaz de programar seus compromissos e tarefas com dois ou três dias de antecedência, lembre-se que um arquiteto com TDAH, que toma Ritalina duas vezes ao dia, conseguiu ao menos sair do caos total para um mínimo de organização. Mãos à obra!

Curso “Gestão de Escritórios de Arquitetura e Design” em Brasília

Atenção, Brasília! O IPOG oferece, de 28 a 30 de abril, o meu curso  de “Gestão de Escritórios de Arquitetura e Design”.

modelo-02-163777

Com foco na prática, pautado pela minha experiência de 16 anos como arquiteto e urbanista e palestrante, vamos abordar aspectos importantes para o sucesso profissional, como planejamento estratégico, gestão de custos, precificação dos serviços, elaboração de propostas, contratos e técnicas de negociação.

Informações e inscrições: (61) 3964-5101 – brasilia@ipog.edu.br

Tour Arquitetônico 2016 – Portugal e Espanha

Folder CAU

Olá! Me chamo Ricardo Meira. Sou arquiteto, palestrante e professor. Com o apoio do IPOG, onde sou professor de pós-graduação, organizamos para setembro de 2016 um “tour arquitetônico”, cujo objetivo é oferecer a profissionais e estudantes de arquitetura e design de interiores uma oportunidade de visitar Lisboa, Porto e Barcelona, acompanhados por guias especializados e por este que vos fala. O roteiro inclui visitas a locais emblemáticos das cidades e  uma visita técnica ao escritório Mias Arquitetos, em Barcelona.

Roteiro:

  • Transporte privado ao grupo: Aeroporto/ hotel/ Aeroporto  em Lisboa e em Barcelona.
  • City tour arquitetônico em Lisboa com guia especializado.
  • Dia livre para atividades pessoais no Porto.
  • City tour arquitetônico em Barcelona com guia especializado.
  • Visita ao Escritório Mias Architects. Contato com os projetos de criação, modo de trabalho e experiência profissional.
  • Seguro viagem exigido pela União Europeia

Inscrição:

O valor do investimento por pessoa é de USD 2.730,00.

Forma de Pagamento:

Entrada de 20% e saldo parcelado em até 09x sem juros no cartão de crédito ou cheque.

O valor da viagem será fechado na câmbio do dia.

Mais informações: nacional@phnorth.com.br | 61 3032 6728